main

Geral

VEJA COMO MOLDA UM BOTA PARA SEUS PATINS

24 de janeiro de 2019 — por Roberto Marinho0

Roberto-Marinho-G02-960x540.jpg

No primeiro dia que estava em Berlim, para disputar a Berlin Marathon, 2019, abertura do evento, me deparei com uma feira de produtos para patinação. Deparei-me com o maior acervo de produtos e itens para patinação que já vi antes. As principais marcas estavam representadas. Uma das coisas que mais me chamou atenção e respondeu uma curiosidade sempre presente: como são feitos afinal os patins ” sob medida “, customizado?, como gosto de dizer.

Quando pequeno me lembro bem, meu pai Alfredo Marinho, me dizia:  ” preciso pedir para o Benito [ sapateiro e amigo, do bairro da Bela Vista, centro de São Paulo ], fazer um novo sapato de cromo alemão “.  Alfredo, mega vaidoso, amava seus sapatos de cromo alemão. Sempre tive a curiosidade entender como eram feitos…porém, nunca me ocorreu perguntar. Anos passaram-se e, agora, Eu, na patinação me deparo com a realidade dos patins feitos sob medida. Agora, sim, me veio a grande curiosidade: como será feito o molde de um patins ?

Na verdade, o que são moldadas, são as botas. A base, rodas e rolamentos são as mesmas como em  qualquer outro Patins…evidentemente, muda-se a marca, qualidade e preço. Mas, chega em um momento em que praticamente, qualidade e preço são compatíveis [ na minha visão]. …mais, mesmo, uma questão de gosto pessoal, adaptação às botas, rodas e outros detalhes. Evidentemente se perguntado a outro patinador…talvez a resposta seja diferente. cada um tem gosto preferencial . 

Observei que, primeiro, o pé da pessoa é limpo e passe-se um creme, tipo vaselina, para facilitar a saída da bota de gesse que serviu de molde. Depois, observei que usavam um tipo de gaze com gesso. Daí molda-se o pe da pessoa..tira-se a bota para criar algo ” on demand “. Quem teve um patins feito sob medida costuma gostar muito…porém, já ouvi comentários de que tenha ficado apertado. Machucar o pé..Enfim…novamente, cada um, cada um. 

Recomendo dar uma olhada no vídeo que está acima e no meu canal no youtube para Você acompanhar de perto como se faz o molde. Para os casos dos brasileiros e sul americanos que estava na Berlin Marathon…os patins foram encaminhados para a Argentina e retirados pelos seus respectivos donos naquele pais. Quem optou por receber por algum ” courier ” também foi atendido. 

VEJA TAMBÉM OUTROS CANAIS  DO VOU DE PATINS:
  • youtube:  https://www.youtube.com/channel/UCQgVbEnEWY9xdagQtc50lSg?view_as=subscriber
  • Pagina no Face: Vou De Patins
  • Instagran: Vou de Patins
  • Pinterest: Vou de Patins:
  • https://twitter.com/VOUDEPATINS

 

AGRADECIMENTOS 

@rollingsports @vulcanoenergydrink @cbhpvelocidade @berlinmarathoninlineskating @voudepatins @powerslidebrand @redeglobo Globo @radiobandnews @pauladonati METROPOLITANA FM A Rádio Rock Radio Joven Pan Rádio Eldorado TV Gazeta Tv Globo SBT Record TV ESPN eSPORTtv

#rollingsports #souesportista #decathlonbrasil #decathlonraposo#vulcanoenergydrink #powerslidebrand #robertomarinho#robertomarinhovoudepatins #berlinmarathon #patinsnabagagem#rafaromano

 

 

 

GeralSobre Patins

E AGORA FREIO OU PASSO POR CIMA ?

14 de janeiro de 2019 — por Roberto Marinho0

c1236584-c3d4-4f21-adfb-ced1e26fa4fd-960x708.jpg

Fui ouvir o Rafael Romano, sobre possibilidades de freio na patinação. Somando nossas experiências temos aí um bate-papo bem agradável, simpático e bem humorado. Super vale a pena dar uma espiada no que conversamos sobre o tema. 

 

Neste video, que já está em meu canal do youtube: [ Vou de Patins ] FALO APENAS sobre como o ” frear”  os patins na modalidade esportiva: patinação de Velocidade, da qual faço parte, como atleta brasileiro. …. Achei interessante trazer este tema por aqui pelo fato de que ouço várias pessoas me perguntando “já que a sua modalidade é a de velocidade, como se faz para brecar numa situação de pânico, terror e aflição” ? Bem, para estes casos, de verdade, só a proteção divina. Pa os outros tantos, a gente dá um jeito. Assim, o jeito, é mesmo treinamento. Não o que fazer: Aprendizado + treinamento. Junta-se estas duas variáveis, meio que: pronto, tem-se a receita. 

Mesmo com tudo isso, não quer dizer que dará tudo certo ou ao contrário. Mas, acredito que uma das melhores partes nisso tudo é a segurança que o patinador adquire. Ao ficar mais confiante Você se sente mais confortável, melhora o desempenho e o resultado numa prova também. Acabei vencendo uma prova em Piracicaba, porque aprendi a frear. Quer dizer, deixa explicar melhor, kkkkk. Aprendi, numas. Fui para a prova. Todos diziam que a descida era ” tranquila “. Mentira. Quando cheguei lá me deparei com uma ladeira íngrime. Pelo menos,  para mim. Fiquei apavorado e decidi não fazer a provada. Até que, dois/três amigos de equipe resolveram me treinar. Daí consegui descer. Fazer a provar e levar segundo lugar na minha categoria. Já em Berlin, Não tive problemas. Sabia frear.

Outra pessoa 

Sabe que no momento do post deste link, me veio à mente – como sendo um filme a ser editado -, o seguinte: … …Depois que participei da BERLIN MARATHON, 2018 [ dois anos de preparação para chegar lá – saindo do zero à Berlin Marathon ] – às vezes -, me observo, pensando e agindo como se fora outra pessoa [ lógico todos mudamos ] Resumindo vivi uma enxurrada de emoções humanas, como: Alegria, Medo, Amor, ódio, saudade, raiva, esperança, ansiedade, orgulho, desespero, tristeza, culpa, vergonha, desesperança, cansaço, confusão….não raro, duas delas combinadas – kkk. Afinal, nunca havia pensado começar patinar, fazer disso…., me federar, ganhar campeonatos e representar o Brasil na minha categoria máster 50. Assim como na vida, na empresas, nos grupos sociais: FREAR OU ATROPELAR ? Resumindo, precisei me conhecer [ ainda muito mais ] e lidar com o tal princípio da realidade. Perguntas recorrentes: Onde estão os meus limites ?? Até onde vão minha coragem e ousadia para dar conta dos meus diversos papeis ??

VEJA TAMBÉM OUTROS CANAIS  DO VOU DE PATINS:
  • youtube:  https://www.youtube.com/channel/UCQgVbEnEWY9xdagQtc50lSg?view_as=subscriber
  • Pagina no Face: Vou De Patins
  • Instagran: Vou de Patins
  • Pinterest: Vou de Patins:
  • https://twitter.com/VOUDEPATINS

AGRADECIMENTOS: 

@cbhpvelocidade @berlinmarathoninlineskating @voudepatins @voudepatins @powerslidebrand @redeglobo Globo @brasileirossemfronteiras @radiogeekbr @radiobandnews

#rollingsports #souesportista #decathlonbrasil #decathlonraposo#vulcanoenergydrink #powerslidebrand #robertomarinho#robertomarinhovoudepatins #berlinmarathon #patinsnabagagem #rafaromano

Favor: 

DEIXE POR AQUI O SEU ” JOINHA”…E ME SIGA…NAS REDES SOCIAIS, TAMBÉM……TODAS COM O MESMO NONME E OBJETIVO:  

VOU DE PATINS

Um abraço do,

Roberto Marinho – Atleta Confederado e Federado pela, CBHP,

Membro da SuperAção Roller Team  

 

Geral

FUI DE PATINS NA ROLLER DANCING – CHIQUE PARIS !!!

6 de agosto de 2018 — por Roberto Marinho0

37971781_1333895386713663_9124354976049528832_n-960x480.jpg

dançamos até 

Patinação é mesmo, tudo de bom !! Fiz nova amizade. Conheci a Vanessa a partir de uma reunião de negócios – como cliente de uma das muitas empresas que minha  equipe atende. Acabou que, falamos de patinação. Soube que a “Van” rsss e sua família tinham facilidade para acessar a Roller Dancing. Eu sempre querendo conhecer. Então, lá Fui de Patins. 

Uma delícia. Amei, tudo E RECOMENDO !!

WhatsApp Image 2018-08-06 at 23.07.32
WhatsApp Image 2018-08-06 at 23.07.16
ROLLER-DANCING-3
ROLLER-DANCING-6
ROLLER-DANCING-2
WhatsApp Image 2018-08-06 at 23.06.56
ROLLER-DANCING-4
VEJA TAMBÉM OUTROS CANAIS  DO VOU DE PATINS:
  • youtube:  https://www.youtube.com/channel/UCQgVbEnEWY9xdagQtc50lSg?view_as=subscriber
  • Pagina no Face: Vou De Patins
  • Instagran: Vou de Patins
  • Pinterest: Vou de Patins:
  • https://twitter.com/VOUDEPATINS

AGRADECIMENTOS: 

#VOU DE PATINS PARA O MARAQTHON BERLIN 2018, NO BRASIUL #VOUDEPATINS @VOUDEPATINS #VULCANOENERGYDRINK @VULCANOENERGYDRINK #POWERSLIDE @POWERSLIDE #ROLLINGSPORTS @ROLLINGSPORTS #RAFAELROMANO @RAFAEL ROMANO #ROBERTOMARINHO @ROBERTOMARINHO #ROBERTOMARINHOVOUDEPATINS @ROBERTOMARINHOVOUDEPATINS

Favor: 

DEIXE POR AQUI O SEU ” JOINHA”…E ME SIGA…NAS REDES SOCIAIS, TAMBÉM……TODAS COM O MESMO NONME E OBJETIVO:  

VOU DE PATINS

Um abraço do,

Roberto Marinho – Atleta Confederado e Federado pela, CBHP,

Membro da SuperAção Roller Team  

 

 

Geral

FUI DE SKATE PARA O CÉU DE LA LA LAND…ANTES, AINDA, PASSEI EM ALGUM POSTO ONDE HAVIA COMBUSTÍVEL

30 de maio de 2018 — por Roberto Marinho0

RM-DE-SKATE-960x1730.jpeg

AQUI, TAMBÉM, SE CHEGA DE PATINS. NO ENTANTO, NÃO SE CONSEGUE ANDAR. PASSEIOS COM TOPOGRAFIA IRREGULAR…TAMBÉM, NÃO É O LUGAR ADEQUADO PARA SE PATINAR….DE SKATE, VAI BEM, SIM….

INTERESSANTE…FAZ LEMBRAR – UM POUCO DE LONGE -, ALGO COMO A FRANÇA/PARIS…SACRE COUER PARIS…. NÃO ME PERGUNTE POR QUÊ !!       

INTERESSANTE…FAZ ME LEMBRAR – UM POUCO DE LONGE -, ALGO COMO A FRANÇA/PARIS…SACRE COUER PARIS…. NÃO ME PERGUNTE POR QUÊ !!   

NO BECO DO BATMAN …..Ruas fechadas com cordões de isolamento….muitas pessoas em trânsito tentando capturar a melhor imagem do Beco do Batman….Taí um lugar bem legal, na Vila Madalena, para se visitar

@VOUDEPATINS

VOU DE PATINS PARA O CÉU DE LA LA LA LAND…ANTES, AINDA, PASSO DE ALGUM POSTO ONDE HÁ COMBUSTÍVEL

 

#VOU DE PATINS PARA O BECO DO BATMAN

@BECO DO BATMAN

#VOUDEPATINS

@VOUDEPATINS

#VULCANOENERGYDRINK

@VULCANOENERGYDRINK

#POWERSLIDE

@POWERSLIDE

#ROLLINGSPORTS

@ROLLINGSPORTS

#RAFAELROMANO

@RAFAEL ROMANO

#ROBERTOMARINHO

@ROBERTOMARINHO

#ROBERTOMARINHOVOUDEPATINS

@ROBERTOMARINHOVOUDEPATINS

VEJA TAMBÉM OUTROS CANAIS DE COMUNICAÇÃO DO VOU DE PATINS:

  • youtube:  https://www.youtube.com/channel/UCQgVbEnEWY9xdagQtc50lSg?view_as=subscriber
  • Pagina no Face: Vou De Patins
  • Instagran: Vou de Patins
  • Pinterest: Vou de Patins:
  • https://twitter.com/VOUDEPATINS

 

DepoimentosGeral

PATINANDO NA CICLOVIA DO IBIRA COM RAFAEL ROMANO, NO MAIOR PAPO !!!

29 de maio de 2018 — por Roberto Marinho0

Marinho-1-960x540.jpg

O Rafa Romano, me disse:  ” Roberto… ha qualquer, momento, a gente poderia no Ibira, or exemplo e gravar um papo. Que tal ??  vamos Patinar ??  Eu disse:  nossa, claro !!!! Curti muito…mas, muito a ideia. Mas, nunca mais voltamos no tema….O Rafa Vitor, com as demanadas do mundo dEle…e, Eu com as minhas tantas….já viu onde parar esta história toda. 

Só que, pensei…nossa preciso dar um ” UP ” [ salto quântico ]” na minha técnica de patinação,  para não fazer feio ao amigo Romano….kkkk. E o medão ??  kkkk. de fazer feio…Mania minha de perfeiccionismo…[ algo que, não é muito legal ]…Dias se foram…e, Eu, num belo dia…Rafa Vitor…vamos então patinar ??  [ desse no que desse….patinando não tão bem….bora lá ]. Ah..Não explicou todo medo tem sua origem..ou ainda, sua causa, razão…enfim….

Bem. por fim…tomei coragem e acabei lembrando o Rafa Romano… daquele nosso rolê por um dos dois Parques de Sampa:  Ibira ou Vila Lobos…Aliás, meio que havíamos pré-elegido…Por fim este papo não saia…Rafa…Viajou-voltou-viajou.-voltou…Quando Eu havia já me esquecido da ideia, não é que ele me perguntou…” E aí Roberto, bora patinar, então ”  ?? – kkkkk. Ai que medão !! kkkk. 

Dai foi meio ue assim a conversa oficial: 

Ele – RVR:  Onde, Roberto  ?

Eu- RM:  Qualquer dos parques de São Paulo [ não são muitos ] – rsss

Ele – RVR:  Quando ?

Eu – RM:  Ah…pode ser um dos dias que já tenha  que ir mesmo ao meu treino específico com meu novo Head Coaching – Edson Trakinas

Ele – RVR:  Ok !!  Para mim tudo certo….Desde que, seja no Ibirapuera…Olá…tá vendo…Enjoado, o cara, né ??  kkkk. Mas, quer saber..Melhor mesmo…Ibira mais humanizado…mais lindo – com a descida/subida da ladeira da preguiça…..etc e tal. 

Eu – RM…Ibira. Ok, vai…Do seu jeito…… [ acredito lá o Ibira ]  há três ou  quatro quadras da casa Romano…E, umas cinco do escritório da Rolling Sports, onde Ele é o proprietário.

Eu- RM: Fechado, vai !! Chique Paris !!!!

Ele – RVR: : Fechado !!

AGORA, Abaixo, no vídeo do meu canal no youtube …Vocês vejam como foi nosso papo…: Muito…mas, muito legal, mesmo…O Rafa teve paciência…Tranquilo…Engraçado…Inteligente…com perguntas e piadas prontas – kkkkk. Portanto, veja no vídeo…o que falamos…de quem falamos…

Tenho certeza, Você vai amar a entrevista…Leve, descontraída…e, com grandes revelações. Se eu fosse Você não perderia. – rssss. Bora patinar conosco ??  kkkkk…

VEJA TAMBÉM OUTROS CANAIS DE COMUNICAÇÃO DO VOU DE PATINS:

  • youtube:  https://www.youtube.com/channel/UCQgVbEnEWY9xdagQtc50lSg?view_as=subscriber
  • Pagina no Face: Vou De Patins
  • Instagran: Vou de Patins
  • Pinterest: Vou de Patins:
  • https://twitter.com/VOUDEPATINS

AGRADECIMENTOS: 

#VOU DE PATINS PARA O BECO DO BATMAN @BECO DO BATMAN #VOUDEPATINS @VOUDEPATINS #VULCANOENERGYDRINK @VULCANOENERGYDRINK #POWERSLIDE @POWERSLIDE #ROLLINGSPORTS @ROLLINGSPORTS #RAFAELROMANO @RAFAEL ROMANO #ROBERTOMARINHO @ROBERTOMARINHO #ROBERTOMARINHOVOUDEPATINS @ROBERTOMARINHOVOUDEPATINS

Favor: 

Deixe o seu Joinha…por aqui…e me siga…nas redes sociais, também……Todas:  VOU DE PATINS 

 

GeralTreinamento

MELHORANDO A TÉCNICA… AOS POUCOS … MAS, VAMOS CAMINHANDO: DO MEU JEITO E, NO MEU TEMPO !!!

24 de maio de 2018 — por Roberto Marinho0

WhatsApp-Image-2018-05-24-at-11.59.00-1.jpeg

MELHORANDO A TÉCNICA… AOS POUCOS … MAS, VAMOS CAMINHANDO !!!! – EM NOME DO CRISTO E DO SENHOR….MEU PROTETOR.

OBRIGADOOOOO, HEAD COACHING EDSON TRAKINAS !!!!!! VC É O CARA: … LAPIDANDO PEDRAS BRUTAS….hahahaha, FAZ ATÉ CHOVER FORA DO TEMPO – KKKKKKKKK…

NAQUELAS … VOCÊ JÁ OUVIU A FRASE DE SAINT EZU PERRI: …A MESMA QUE AFIRMA “ VC SE TORNA RESPONSÁVEL POR AQUILO QUE TE CATIVAS “ ?? ALGO NESTE CAMINHO, …LEMBRA-SE?? – TEXTO SUPER DIFUNDIDO, DO LIVRO “O PEQUENO PRÍNCIPE ” !!!

LITERALMENTE, NA PELE…. – OU, TRADUZINDO NUMA LINGUAGEM BEM MAIS COLOQUIAL DA MOÇADA: “ BAGULHO MAIS QUE TENSO” – KKKK !!!!

Contando a verdade, mais um vez, por aqui…Oh…A cada treino realizado vejo o quanto falta para Eu chegar num nível bem aceitável. Cada exírcio quando  ensinado/passado/executado, por mim, – pela primeira vez-, não sai exatamente do jeito que é para ser…Dá um trabalho gigantesto…Esta é a hora de colocar em movimento aquele pensamento.. ” nunca é uma coisa só”. O que quero dizer……Assim, oh….Eu me proponho abaixar o tanto quanto precisar…No entanto, há grupos musculares do meu corpo,  por exemplo, que nunca foram tão exigidos. Somando a isto: respiração, administração da ansiedade, controle do nível de exigência, velocidade adequada…Ou seja, uma desconstrução das crenças e medos limitantes…que, afinal,  vão sendo descriadas…com o executar…executar e executar de cada fase do que é programado.

Mas, o maravilhoso…Prazero…é entender que, com determinação, paciência, respeito às limitações e louvor aos pontos fortes, consigo. Você também dá conta. Acredito !!

Sempre penso…Se Você conseguir  amarrar os seus sapatos sozinho…Você tem alguma/algumas habilidades para patinar.  A evolução vem com o tempo…E, neste quesito, cada um tem a sua. Importantíssimo…não se cobrar tanto..e, não se comparar a ninguém. Apenas, o que pode ser melhor hoje ?? pensando no que foi feito ontem, comparativamente, falando, claro – óbivio.

Fico tão feliz, mas, tão feliz mesmo, quando vejo uma filmagem minha…e percebo que corrigi ( quase que, sem perceber – acabou sendo por osmose ) a internalização e assimilação dos movimentos, que em outro dia, por exemplo, não era nada fácil, hoje sai com mais leveza e facilidade…Em outro dia – futuro -, nem percebo a execução. Até esqueço que um dia dia foi difícil.

Patinação me ensinando para a vida, assim como a vida me ensinando para a patinação [ vou explicar, calma ].. rsss. 

Algo muito curioso..Se eu e Você traçarmos um parelelo de comparação entre patinação e a vida…podemos tirar proveitos para melhorar as duas dinâmicas vivenciais. Como assim ??: há quem possa se perguntar. Calma gente..kkk, pera um pouco…..vou contar já. Exemplo: se eu venço barreiras [ que achava intransponíveis na patinação, agora falando  ]…quando olho para a vida, diante de algo que exija a mesma postura; imediatamente sou arremetido a pensar como na patinação :  “eu posso, eu dou conta, ou, mesmo, não dou conta  [ saber o que não se consegue, também, é um ótimo caminho ].  Abre-se uma porta para o corredor do alto respeito, do amor próprio e da validação das atitudes tomadas – independentemente se foram as melhores ou não.

Voltando ao parelelo que comecei traçar, logo mais acima – klkkkk. Nossa, falo muito, não é ?? . Se não tomar cuidado…me enrrolo e vou passando de assunto em assunto…e não termino nenhum pensamento. Adoro o processo de começo meio e fim…Isso tem sido uma constante em minha vida…Acredito que, tudo deve haver um começo, meio e fim…bem intensos/vividos [ ou não também ]. Olha para cá um pouquinho…Ensaiei muito para começar patinar….foram anos…Mas, quando voltei…me joguei – kkkk.  Nossa ao escrever este texto, me acompanha uma sensação muito boa de felicidade…de realização de estar fazendo aquilo que gostaria. Sem dúvidas; me entende ?? Ou sem se perguntar – será que estou fazendo o que é certo ??

Fato é que, ao ver cada filme meu patinando…vejo melhoras e, também, algo/s [ não existe algos; criei agora]… a serem  melhorados…

Mantenho meu convite para Você bora patinar comigo. Ou com quem Você desejar, Se passar por Você aquela vontade…não a renuncie…Abrace-a. Você verá o quão bom é. FAÇA ISSO POR VOCÊ.  

Um abraço..Vou de Patins esperar por você. #VOUDEPATINSMELHORANDOACADADIA

SUPER GRATO:

@edsontrakinas
#VOUDEPATINS
#vulcanoenergydrink
#rollingsports
@rafarolling
#powerslide
@rp131177
@vulcanoenergydrink
@rafarolling
@joaovicentescarpin
#POWERSLIDE

VEJA TAMBÉM OUTROS CANAIS DE COMUNICAÇÃO DO VOU DE PATINS:

  • youtube:  https://www.youtube.com/channel/UCQgVbEnEWY9xdagQtc50lSg?view_as=subscriber
  • Pagina no Face: Vou De Patins
  • Instagran: Vou de Patins
  • Pinterest: Vou de Patins:
  • https://twitter.com/VOUDEPATINS

 

GeralOutras modalidades

ROBERTO MARINHO: ATLETA EM DUAS RODAS

3 de maio de 2018 — por Roberto Marinho0

IMG_0634-960x720.jpg

Fui testar a bike de speed. Totalmente aprovada. Super leve, ágil e potente. Pedalei meus primeiro 25km, fora do Parque do Ibirapuera. Num trecho de Votorantim-Sorocaba-Votorantim.  

Para não perder meu treino do dia, já que estava com a Bike no carro, decidi fazer um percurso de 25km. Um trecho irregular, considerando algumas subidas, e, um traçado, às vezes meio adverso. Sensacional a experiência. Deliciosa. Aproveitando que o trânsito para eu voltar à Sampa seria pesado…resolvi aproveitar o tempo, fazendo algo necessário à minha saúde e complementar à minha prática esportiva dos patins. RECOMENDO 100 por cento.

Diferentemente, dos patins, [ em meu caso ], claro, sensação de mais segurança. Até por que na bike, há mais con

trole. Sai por volta das 18hs15m, portanto, ainda claro, mas o retorno à Votorantim, já estava escuro. Entendi que necessito equipar a bike com luzes de sinalização e de iluminação do caminho. No mais, tudo perfeito.

A bike de speed está mesmo aprovada. Ouvi uma sugestão que me disseram para colocar pneus mais largos e com mais desenhos. No entanto, não me convenceu. Até por quê, também, meu Head Coaching orientou aquela configuração de bike. Quer saber ??!!  Me senti super bem.

Tanto nos patins quanto na bike – de novo – [ para mim, claro ], há uma sensação de desligamento total da mente tagarela. Não nenhum espaço…O foco de atenção é tão presente – no aqui e agora -, que é impossível divagar e pensar em outra coisa. Acredito deve ser um excelente para a mente também. Em meu caso – com um quadro de hiperatividade-, a bike e os patins encaixaram perfeitamente. Melhor ainda…se com música

VEJA TAMBÉM OUTROS CANAIS DE COMUNICAÇÃO DO VOU DE PATINS:  

Calendário

DIA DO PATINADOR, E, MEU SEGUNDO ANO NO ESPORTE QUE TANTO AMO

3 de abril de 2018 — por Roberto Marinho0

IMG_2197-960x960.jpg
Curiosamente, no dia 12 março, de 2016, portanto, há exatos dois anos, pisei no parque Vila Lobos [ do jeitinho que Você me vê na foto abaixo ], para o meu primeiro dia de patinação.
Usando um par de patins Fusion  ” roqueado “, capacete para quem anda de skate, camiseta meio ” ghost Rider”, e, todo equipamento de proteção [ pelo menos, este correto] – kkkk; e, 15 kilos mais gordo.
Que situação, hein ??!!  Por isso incentivo Você a criar coragem….respire fundo e, partiu: #VOUDEPATINS.   bora lá patinar comigo.
Se reinvente. Você dá conta e é capaz. Capaz, para muito mais !!! vamos !!!!

Deixo para comemorar esta data, praticamente, um mês depois, quando é 14 de abril [ considerado o dia do patinador ]. Afinal, para mim,  comemorar é uma das muitas formas de ser grato. Para Você ter uma ideia, não conseguia completar três voltas na ilha musical do Vila Lobos – ou seja, 1.5km, contra, atualmente, que faço com muita tranquilidade 25 km, é, já cheghei percorrer 64 km, com duas paradas para tomar água e isotônico da vulcano energy drink , hoje , um dos meu patrocinadores na modalidade.

POR QUÊ TODO  14 DE ABRIL É CONSIDERADO DIA DO PATINADOR ??

Em razão da data de canonização de Santa Ludovina de Schiedam, considerada Virgem e lembrda e Festejada em 14 de abril de todos os anos. deixando bem claro aqui, que não sou devoto de ” santa ludovina”. Tenho minha fé e batismo voltados para a tri unidade: pai, filho e espírito santo. isso me faz apenas, cristão, tentando observar e me alinhar com o seu preceitos.

Mas, enfim…Narra a história que a Igreja católica celebra até os dias de hoje uma santa dos Países Baixos, Chamada de ” Santa Ludovina”.
uma vítima expiatória. Diz-se que ela viveu por mais de 38 anos atingida por quase todas as moléstias imagináveis em meio à extrema miséria. Tinha constantes visões de Nosso Senhor, do Paraíso, do Purgatório e do Inferno. Na época em que ela viveu toda a Cristandade gemia sob o peso e a confusão do Grande Cisma. Há uma outra corrente que diz que Santa Ludovina, foi o primeiro diagnóstico de Esclerose Múltipla. Um doença degenerativa que acomete a capa da bainha de mielina, interrompendo os impulsos nervoso.

Aliás, meu primeiro emprego e estágio, na área de comunicação, respondendo pelas áreas de Relações Públicas e Assessoria de Imprensa da Abem- Associação Brasileira de Esclerose Múltipla, onde tive a oportunidade de ser o primeiro jovem jornalista a escrever os primeiros textos sobre a doença no Brasil – sendo supervisionado pela diretoria de comunicação da Ciba, hoje, Novartis. Olha quanta coincidência no meu caminho.

Ludovina (ou Liduina, Ludwina, Lidwina) nasceu no dia 18 de março de 1380, em uma família materialmente pobre, mas riquíssima na religiosidade e honestíssima.

Ludovina era muito vivaz; desde criança lhe notavam o cunho de profunda religiosidade e uma admirável devoção a Maria Santíssima. Sendo belíssima, antes dos 15 anos de idade recebeu muitas propostas de casamento, mas por amor a Jesus, recusou a todas para ser fiel a Deus. Ela descobriu o dom da virgindade, decidindo-se pelo celibato muito cedo.

No dia 2 de fevereiro de 1395, festa de Nossa Senhora das Candeias, acedendo ao convite das companheiras, com elas dirigiu-se ao local de patinação, divertimento muito apreciado na região. Ali sofreu um acidente no gelo, fraturando uma das costelas. O tratamento médico, muito doloroso, não conseguiu aliviar seu sofrimento e, com apenas 15 anos, ficou praticamente paralisada. Uma cruz que com a ajuda da família e de seu diretor espiritual, Padre João de Pot, ela uniu à cruz gloriosa de Nosso Senhor. Ela deixou-se instruir pela ciência da Cruz.

Incompreendida por muitos, foi acusada de mentirosa e de ser castigada por Deus. E não faltava quem atribuísse seu estado à influência diabólica. Ludovina deu a mesma resposta que Jesus deu no alto da cruz: a do amor e do perdão.

Talvez o pior de todos os seus sofrimentos foi a perseguição que sofreu de alguns membros do clero que negavam-lhe os sacramentos. Um padre caluniou-a. Profeticamente, a Santa advertiu-o de sua morte iminente e disse que se ele não se arrependesse de seu hábito de roubar e não fizesse a restituição adequada, ele seria condenado. Ele “morreu com espuma em seus lábios num acesso de raiva contra a Santa”.

Pela paciência angélica e heroica alcançou a conversão de não poucos pecadores que, impressionados pelos sofrimentos dela e por sua admirável conformidade, abandonaram o vício e voltaram à graça de Deus.

Ludovina vivia frequentemente em êxtase e teve visões celestes. Seu Anjo da Guarda com frequência a visitava e a confortava, mostrando-lhe as delícias do céu e os horrores do inferno. Jesus Cristo e Maria Santíssima também se dignaram aparecer para ela. Se pudesse ter terminado com seu sofrimento através de uma única oração, ela não o teria feito.

Em 1421 os magistrados de Schiedam declararam que Ludovina “estava há 7 anos sem comer nem beber”. Recebia como alimento Jesus Eucarístico.

A Santa patrona, responsável pelo dia do patinador,  era visitada por pessoas vindas das cidades vizinhas, atraídas pelas notícias dos milagres. Depois vieram de Rotterdam, das Flandres, da Alemanha e por fim, da Inglaterra. Todos vinham vê-la, porque ela era o milagre! Ludovina a todos acolhia: escutava, falava, sofria, aconselhava e eles deixavam sua casa como que saindo de uma festa. E ela sem cessar oferecia a Deus suas dores para alcançar a conversão dos pecadores e o alívio das almas do purgatório.

DIA SE SUA MORTE É CONSIDERADO DIA DO PATINADOR 

Ludovina faleceu em Schiedam no dia 14 de abril de 1433. O corpo da Santa, tão maltratado e desfigurado pelas moléstias, depois da morte retomou a formosura juvenil.

Durante sua vida ela já vinha sendo venerada como santa. Um ano após a sua morte a prefeitura de Schiedam construiu uma capela com um altar sobre seu túmulo no cemitério de São João. Muitos milagres foram atribuídos a seus restos mortais.

Em 1616, por ordem do Arquiduque Alberto (na época a região pertencia aos Wittelsbach da Baviera) as suas relíquias foram transferidas para Bruxelas e guardadas no convento das carmelitas daquela cidade. Uma parte das relíquias foi devolvida para Schiedam em 1891, e são veneradas até o dia de hoje na Igreja de Nossa Senhora da Visitação.

Em 1890 o Papa Leão XIII aprovou o culto em sua honra, sendo fixado o dia da celebração em 14 de abril. Santa Ludovina é a patrona dos patinadores, dos doentes, de muitas igrejas e hospitais.

Diante da vida de Santa Ludovina e de outras almas inocentes e sacrificadas, poderíamos nos perguntar: – Por que tantos sofrimentos? A resposta dá-nos São Paulo Apóstolo: – “Completo na minha carne o que falta aos sofrimentos de Cristo pelo seu corpo místico, que é a Igreja” (Col. 1, 24). A resposta é decisiva e a nós compete compreendê-la e praticá-la. 

Revivendo meu primeiro dia na patinação

Genograma da vida da Santa Ludovina – que batiza dia do patinador 

Nascimento ca. 1380 em Schiedam, Sacro Império Romano-Germânico
Morte 1433 em Schiedam, Sacro Império Romano-Germânico
Veneração por Igreja Católica
Canonização 14 de março de 1890 por Papa Leão XIII
Festa litúrgica 14 de abril

 

Revivendo meu primeiro dia na patinação